escola internacional escola internacional

Escola internacional: entenda o que é e quais os seus diferenciais

5 minutos para ler

Em sintonia com as transformações que o mundo vivencia no século 21, a educação tem evoluído em novos modelos voltados a uma formação mais ampla e integral para as crianças e jovens. Há alguns anos a demanda por escolas internacionais cresceu, alinhada à necessidade de cidadãos globais e com uma visão cada vez mais ampla a respeito da sociedade em que vivem.

Em uma escola internacional os alunos aprendem, desde cedo, que é natural falar outras línguas, se alimentar de modo diferente, ter outros hábitos e que a diversidade é algo positivo, que enriquece a experiência de cada um e abre o olhar para o mundo.

Esse tipo de habilidade já é, e será cada vez mais, necessário para viver bem no mundo do século 21. Os alunos tornam-se capazes de se comunicar em diversas línguas, além de desenvolver uma mentalidade internacionalizada e aberta a outras culturas.

O que é uma escola internacional?

Há algumas semelhanças entre as escolas internacionais no mundo todo, tais como a diversidade cultural e linguística do corpo de alunos e professores, o uso de uma língua global (como inglês, espanhol, mandarim, entre outras) e uma formação voltada para o mundo, que apresenta mais pontos de vista sobre temas de interesse da sociedade.

A formação oferecida nessas escolas facilita o processo de ingresso em universidades internacionais, que valorizam o plurilinguismo dos alunos e a mentalidade mais aberta e tolerante demonstrada por alunos que se desenvolvem em contextos tão diversos.

Há também especificidades a algumas escolas, em função de seu corpo de alunos e professores, do currículo adotado e da proposta pedagógica.

Nas escolas que recebem a chancela do IB (International Baccalaureatte) a formação se dá de forma a valorizar o protagonismo e a agência dos alunos, que além de aprenderem de forma mais profunda, refletindo sobre os conceitos que orientam o currículo, também desenvolvem habilidades e um perfil de bons comunicadores, críticos e reflexivos, comprometidos com a solução de questões contemporâneas, como a sustentabilidade e a igualdade.

Outra especificidade das escolas internacionais diz respeito à dupla titulação obtida por seus alunos ao final do Ensino Médio, quando recebem, após concluir com êxito seus estudos, o Certificado do Ensino Médio reconhecido pelo MEC e o IB Diploma, que é aceito em mais de uma centena de países.

Isso facilita o projeto de vida dos alunos que desejam estudar fora, e também em boas universidades brasileiras, que cada vez mais têm usado os resultados do IB em seu processo seletivo como substituto do vestibular tradicional.

Quais os diferenciais de uma escola internacional?

Além da diversidade cultural e linguística e da formação de uma mentalidade internacional, os alunos têm espaço para serem eles mesmos, escolher o que desejam aprender, mas também terem motivação para se engajarem em projetos pessoais e encontrarem nos professores verdadeiros mentores na trilha do aprendizado.

Uma sala de aula típica não tem um professor falando para um público passivo, mas apresenta um layout que favorece a diferenciação do aprendizado, atendendo a estudantes em suas necessidades e interesses específicos.

O trabalho em grupo e a pesquisa são incentivados. Por sua vez, o compartilhamento de aprendizagens faz com que todos os estudantes aprendam a se comunicar, a ouvir e a respeitar outros pontos de vista, assim como a apoiar os colegas com seus talentos, a fim de que todos cresçam como um grupo.

Uma riqueza de recursos didáticos e tecnológicos apoia a aprendizagem, que pode acontecer em qualquer espaço da escola, não apenas entre quatro paredes, complementa a ideia.

A convivência com a diversidade cultural e a exposição a diversas línguas presentes na comunidade são ganhos enormes para todos. Para os estudantes estrangeiros esta também é uma oportunidade de aprender a língua portuguesa e conhecer as culturas presentes na própria comunidade, o que amplia todo seu repertório.

Qual a importância do IB na formação dos alunos?

O IB é um currículo internacional respeitado e valorizado nos cinco continentes. Isso porque ele forma um tipo de aluno que muito interessa às universidades: um indivíduo investigador, questionador, autônomo tanto intelectualmente quanto moralmente, capaz de trabalhar em grupo, liderar, negociar e realizar seus projetos pessoais.

Para desenvolver este perfil de aluno, desde a educação infantil, a escola baseia todas as situações de aprendizagem em investigações que sejam do interesse dos estudantes e que lhes permitam trazer elementos de todas as áreas de conhecimento para resolver problemas.

O IB impacta toda a filosofia da escola, que acredita no potencial do aluno, respeita-o como sujeito em suas escolhas e desenvolve seu potencial em todas as áreas. Por isso, o aprendizado é mais duradouro e aplicável à vida real do aluno, o que gera engajamento, motivação e entusiasmo em aprender.

Por que escolher a St. Nicholas?

O principal diferencial da St Nicholas é o compromisso da escola com a história pessoal de cada aluno, visto como um ser único, com uma experiência individual que pode contribuir para a comunidade como um todo.

Além de uma educação de excelência, com ótimos resultados acadêmicos, os alunos desenvolvem autoconfiança, cuidado consigo mesmos, com os outros e com o mundo e uma visão voltada para contribuir com a construção de um mundo melhor. Para saber mais sobre nós e como funciona uma escola internacional, agende uma visita!

Sharing is caring!

Posts relacionados

Deixe um comentário